SAL

Posted: Junho 15, 2011 in Uncategorized

Sofro a atracão oculta do sol que brilha em mim, ponto suspenso do prazer, perfeição do círculo que incluso arranca as postas do ser.

Esfera da vida nobre de sonhos, pálidos pecados de mim em vós, reflexos de alma cadente em sobressalto constante com a brecha aberta em meu peito, extensão de deserto, simetria, eixo, pavimento de sonhos que serão plenos de muitos outros, reflexos erráticos e infinitos, tempo compacto de olhares distantes mas permanentemente permanentes que amortecem a velocidade constante da realidade, golpes de sabre japonês abrindo o peito dos que tentam viver, apenas viver…

Sofro a atracção que penetra por mim, infinita, oscilante, porem real e proporcional á ilusão das noites tristes em mim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s