PENSAR

Posted: Junho 15, 2011 in Uncategorized

Se considerarmos o pensamento como um modelo universal, temos que tentar, transforma-lo á medida de cada ser, não o entregando a um amplexo indecente, mas sim de se consumar num filrt entre homem e cérebro, onde cada indivíduo tenha a responsabilidade de o transformar numa grande máquina de tempos livres onde as tentativas de jogo, sejam não mais que experiências individuais de prazer.

Entendamos pois o cérebro como um santuário de cultura, relicário cioso e protector do pensamento humano, baluarte sacrossanto da felicidade, grande companheiro do conhecimento, torre de marfim do bem-estar, onde o ser é preservado á passagem na mão dos homens e aberto como fruto maduro aos seus olhos e aos olhos da sua capacidade de descobrir e aprender.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s