Felicidades

Posted: Junho 15, 2011 in Uncategorized
A felicidade e a ignorância
A relação da proporcionalidade é directa, quanto maior for a ignorância maior é a felicidade, senão vejamos. Imaginemos um ser totalmente analfabeto despojado de qualquer cultura, religião, alheado no tempo, no espaço. Não paga água, luz, gás, porque não tem casa, não tem que levar os filhos à escola, porque não nos tem, não tem mulher, país, responsabilidade moral, criminal ou social. Não trabalha, não tem férias, não tem semanas nem fins-de-semana, horas minutos ou segundos, não frequenta hipermercados nem centros comerciais, não sabe pronunciar a palavra automóvel. Ri-se, não chora. Fala, não se cala. Não perde tempo a dormir. Bebe mas não come. Fuma mas não tem cancro. É no fundo esta ultima a grande diferença entre ele e nós, ele não sabe se tem ou não, não sofre porque é ignorante.
O conhecimento absoluto ninguém tem, o conhecimento médio têm alguns, este é o pior, é o que suscita duvidas, medos, crenças mas também desenvolvimento, actualização, investigação e no fundo são todos este substantivos, que sem conhecimento próprio melhoram a vida dos ignorantes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s